<

Corpo Docente

Composto por Juízes Federais, Desembargadores, Procuradores, Professores Universitários, Advogados e Profissionais com formação e atuação nas áreas afins.

Paulo de Tarso Sanseverino

Ministro do Superior Tribunal de Justiça (desde 2010). Membro da 3ª Turma e da 2ª Seção. Presidente da 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (de 2012 a 2014). Doutor em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Mestre em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (1999/2010), atuando na Nona Câmara Cível e na Terceira Câmara Cível. Juiz de Direito no Estado do Rio Grande do Sul (1986/1999), atuando nas Comarcas de Santa Cruz do Sul, Rio Pardo, Não-me-Toque, Santiago, Santa Maria e Porto Alegre.

Juiz Corregedor (1992/1995). Juiz Eleitoral da Segunda Zona Eleitoral de Porto Alegre (1998/1999). Membro da Comissão de Organização Judiciária (COJE) do TJRS (2000/2006). Diretor da Escola Superior da Magistratura do Estado do Rio Grande do Sul (Ajuris), (2005/2006). Membro eleito do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (2008/2010). Promotor de Justiça, aprovado em 1º lugar em Concurso Público, no Estado do Rio Grande do Sul (1984/1986), atuando nas Comarcas de Gaurama e Encruzilhada do Sul. Professor de Direito Civil da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1995/2010). Professor de Direito Civil da Escola Superior da Magistratura do Estado do Rio Grande do Sul (Ajuris), (1994/2010). Professor de Cursos de Pós-Graduação em Direito. Publicações: “Responsabilidade Civil no Código do Consumidor e a Defesa do Fornecedor”, Editora Saraiva, 2002 (1ª edição), 2007 (2ª edição), 2010 (3ª edição). “Comentários ao Novo Código Civil - Contratos em Espécie” (Contrato Estimatório, Doação, Locação, Comodato e Mútuo), Editora Revista dos Tribunais, 2005. “A reparação do dano e a quantificação da indenização no Código Civil”, Editora Saraiva, 2010.